Voltar
MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO ACUMULAM 15,2% DE CRESCIMENTO NO ANO
18 Visualizações
A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) divulgou a nova edição de sua pesquisa “Índice”, elaborada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) com dados do IBGE sobre o faturamento das indústrias de materiais de construção. 

A pesquisa indica que em setembro de 2021 houve redução no faturamento das indústrias de materiais de construção. O resultado do mês é de queda de 0,7% sobre agosto, o que representa a terceira redução consecutiva. Na comparação com o mesmo mês de 2020 houve baixa de 3,7%. 
 
A queda é registrada tanto no setor de acabamento, com redução de 1,0%, quanto no de base, com -0,4% sobre agosto. 

Em comparação com setembro de 2020, a piora apresentada foi de -2,3% (base) e -5,7% (acabamento). 

SALDO POSITIVO

Já no acumulado do ano, entre janeiro e setembro, o resultado continua bastante positivo, com 15,2%. 

Segundo Rodrigo Navarro, presidente da Abramat, “a queda da atividade quando comparada ao mesmo período do ano passado já era esperada, pois naquele período houve uma retomada brusca da demanda e agora está havendo um reequilíbrio”. 

Ele acrescenta que, por outro lado, essa redução na comparação com meses anteriores pode estar relacionada, além das muitas externalidades envolvidas, também às flexibilizações de atividades que vem ocorrendo com o avanço da vacinação e retração da pandemia, e com isso a atração por consumo de outros bens e serviços por parte do consumidor.

Ver pesquisa “Índice” aqui:
 

18 Visualizações
Ao navegar nesse site você aceita o armazenamento temporário dos dados de navegação para melhorar sua experiência. Saiba mais
Ok, Entendi!